O futebolista internacional cabo-verdiano Djaniny sagrou-se este domingo, 21, campeão do campeonato mexicano de futebol, denominado Clausura, ao serviço do Santos de Laguna, depois de um empate, a uma bola, com o Toledo, no jogo da segunda-mão da final.

A equipa do Santos Laguna venceu a primeira-mão por 2-1 e nesta partida o internacional cabo-verdiano tinha feito o golo de empate.

Este é o terceiro troféu de Djaniny pela equipa mexicana segundo duas clausuras e uma Taça do México.

Para além do campeonato, o jovem natural de Santa Cruz, interior de Santiago, foi o melhor marcador do campeonato com 16 golos, tento marcado quatro golos na Apertura (Abertura). No total, Djaniny fez 20 golos em 37 jogos, com uma média de 1,85 golos por jogo.

Jorge Djaniny Tavares Semedo, nascido no município de Santa Cruz (ilha de Santiago) a 21 de Março de 1991, iniciou a sua carreira no Scorpions Vermelho de Santa Cruz, em 2009, ano em que se mudou para Portugal, onde jogou durante duas épocas no Grupo Desportivo Velense , antes de ser transferido para a União de Leiria e Benfica B.

Antes de se rumar ao México, Djaniny Semedo foi emprestado pelo Benfica ao Nacional da Madeira e ao Olhanense.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.