Em declaração à Inforpress, via internet, Lito que faz parte do staff técnico do selecionador nacional Beto Cardoso, disse que a 10 de Fevereiro vai terminar a primeira fase do curso que consiste mais em apontamentos teóricos sobre as táticas de futebol.


No final do mesmo mês, avançou que vai começar com os trabalhos técnico no campo e estágios, com o propósito de conseguir consolidar os conhecimentos mais práticos, sendo que este pode ser feito junto de algum clube de futebol da primeira ou segunda liga portuguesa.


E concluída esta formação, Lito revelou que vai estar aberto a propostas de equipas para começar a sua carreira de treinador principal, enfatizando o facto de vir a treinar qualquer clube em Cabo Verde não estar fora de questão.


Mas, no entanto, ressalvou que a primeira opção é sempre servir a seleção de Cabo Verde, deixando claro que trabalhar para as cores nacionais é um orgulho de qualquer treinador principalmente os que foram internacionais.


E sobre o futuro, a mesma fonte acrescentou ainda que está a trabalhar e a formar-se para um dia ser treinador principal de Cabo Verde, dado que, conforme declarou, este “é o sonho de qualquer treinador cabo-verdiano”.


“Claro que sim, não vou esconder que o objetivo é ser selecionador nacional, mas antes quero treinar equipa da primeira ou da segunda liga portuguesa, mas também não descarto a possibilidade de treinar equipas em Cabo Verde”, precisou o antigo capitão da seleção nacional.


Lito, com 40 anos, trabalha há mais de quatro anos como adjunto da seleção de Cabo Verde e como futebolista teve passagem por equipas como o Naval, Moreirense, Académica de Coimbra, todas da primeira liga portuguesa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.