Celso Rodrigues

«Se a Várzea for interditada, não será por causa da realização de eventos musicais»

O presidente da Comissão de Gestão do estádio da Várzea, Celso Rodrigues, afirmou que os eventos realizados no espaço beneficiam o próprio futebol.

Quatro dias após a realização da Gala Cabo Verde Music Award no recinto do Estádio da Várzea, a Câmara da Praia chamou a comunicação social para o recinto de modo a mostrar o estado do relvado depois do evento musical.

Recorde-se que tanto o presidente da Associação Regional de Futebol de Santiago Sul, Mário Avelino, como alguns atletas e dirigentes da cidade da Praia posicionaram-se publicamente contra a realização da Gala dos CVMA no recinto do Estádio da Várzea.

Para o presidente da Comissão de Gestão do estádio da Várzea, Celso Rodrigues, este espaço tem de servir os munícipes, a cidade e todo o país. «Estamos num mundo globalizado, em que há a realização de todo o tipo de espetáculos em estádios de futebol. No mundo em que vivemos é inconcebível pensarmos num estádio só para futebol, mormente num país como Cabo Verde, com parcos recursos e carência de espaços», afirmou à comunicação social.

Celso Rodrigues afirmou que o que se procurou fazer «foi dramatizar e assustar a opinião pública. Não entendemos todo esse fundamentalismo que tem havido à volta desta questão».

Para Rodrigues a realização de eventos musicais em espaços desportivos é uma questão de sustentabilidade e cita exemplos de outros espaços que são rentabilizados da mesma forma, como é o caso do Gimno Desportivo Vavá Duarte. «Onde é que pensam que o Estado ou os municípios vão arranjar dinheiro para construir e depois viabilizar as estruturas desportivas?», questiona.

Segundo o mesmo responsável desde há dois anos que existe uma deliberação da Câmara da Praia para viabilizar o estádio da Várzea com eventos desta natureza. O residente da Comissão de Gestão do estádio salienta que foram tomadas as devidas precauções, inclusive um tapete que não é sequer usado para proteger um piso sintético mas apenas no relvado natural.

Sobre o alerta do presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), Mário Semedo, para o risco da única infraestrutura certificada para receber jogos internacionais ser interditada pela FIFA devido às más condições do relvado, Celso Rodrigues salienta estas preocupações são infundadas. «Se um dia o estádio for interditado pela FIFA, não será com certeza devido à realização de eventos... o desgaste que o relvado tem durante um evento é menor do que durante um jogo».

Rodrigues adianta que um inspetor holandês da FIFA esteve no Estádio um dia antes dos CVMA e terá averiguado o piso que já acusa algum desgaste (já tem 8 anos). Contudo Celso Rodrigues adianta que o relvado com as condições de uso atual poderá aguentar ainda mais cinco anos, mas salienta que se a utilização for reduzida o piso poderá chegar aos 10 anos.

A organização dos CVMA também adiantou ontem, dia 12 de Março, que todo o equipamento já foi desmontado e que «o relvado está em perfeitas condições, limpo, devidamente “penteado” com um sistema próprio e sem quaisquer danos».

A mesma fonte adiantou que os CVMA fizeram «a pintura dos portões e de algumas paredes junto às áreas de acesso».

Paralisação de jogos foi decisão da Associação

Sobre a paralisação dos jogos durante a semana que precedeu a Gala dos CVMA, Celso Rodrigues afirma que a Associação Regional de Futebol de Santiago Sul não se sentou à mesa para negociar com a Câmara da Praia. «Quando um não quer, dois não negoceiam», explica o responsável. Celso Rodrigues esclareceu ainda que o objetivo é deslocalizar os treinos do Estádio até porque, segundo o responsável, há condições de treino noutros espaços desportivos.

Além dos jogos e treinos semanais, acontece neste espaço no próximo dia 1 de maio, o concerto da artista brasileira Paula Fernandes. Segundo o gestor do Estádio da Várzea, no caso deste último evento serão tomadas as devidas precauções próprias em espetáculos desta natureza, nomeadamente uma proteção na zona do palco. «Esperemos que haja mais eventos do género».

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.