O treinador do Mindelense, Rui Leite, considerou esta sexta-feira que o Derby é favorito para o jogo de sábado, que vai definir o campeão de Cabo Verde, mas avisa que a sua equipa conhece o “caminho da vitória”.

“Estamos tranquilos, a equipa trabalhou bem esta semana, sabemos que o favoritismo está do lado do Derby, eles é que têm a vantagem, são uma muito boa equipa, mas vamos tentar contrariar esse favoritismo e jogar para marcar golos na qualidade de visitante”, lançou o técnico encarnado.

Ademais, Rui Leite diz acreditar na sua equipa e no seu trabalho e que não resta outra alternativa senão procurar o caminho da vitória, com o “pensamento de sempre”: “jogar em qualquer campo com qualquer adversário para ganhar”.

O técnico sabe que depois de Vozinha, no jogo da primeira mão, já não vai contar com Calu, que seguiu para o estrangeiro, na segunda mão, mas mesmo assim revela que o plano é “fazer tudo” para apresentar o melhor onze possível e com soluções no banco, a começar pelo recuperado Kudô.

“Tivemos duas semanas com muitas lesões, mas isso não serve de justificação para nada”, considerou o treinador, que é defensor da política, no futebol, do “tudo fazer para ser feliz, com entrega e querer vencer”.

“A estratégia não muda, o pensamento é o mesmo, jogar em qualquer campo com qualquer adversário para ganhar”, reforçou Rui Leite, que pede ao público para não perder mais uma oportunidade de desfrutar do espetáculo que é o futebol.

“Venham apoiar a vossa equipa, pois o futebol é uma festa”, concluiu.

O costa-marfinense Gaussou, médio defensivo do Mindelense, é o espelho da confiança encarnada no lançamento da partida de sábado, quando afirma que a equipa já está preparada para o jogo e com “motivação para a vitória”.

“O Derby tem a vantagem de um golo marcado no nosso campo, mas assim como marcaram nós também podemos fazê-lo na condição de visitante”, declarou Gaussou.

“Peço ao povo do Mindelense para vir em massa ao campo, para nos dar moral, como sempre, apostarem em nós, pois vamos fazer um jogo que vos vai encher de orgulho”, concluiu.

Na mesma linha, o defesa central Hidelvis diz estar a viver “um sonho” no qual multiplicam-se sentimentos com entusiasmo e emoção, mas também “muita vontade” de “dar a volta” ao resultado e “de ganhar”.

O central dá a tática ao afirmar que o Mindelense vem de um resultado “menos positivo”, pelo que a sua equipa tem de marcar e tentar não sofrer.

“O grupo está extremamente confiante, com bom ambiente nos treinos, sabemos que temos qualidade para dar a volta ao resultado e é isso que vamos tentar fazer, com atitude”, concluiu Hidélvis.

O jogo Derby – Mindelense, da segunda mão da final do campeonato de Cabo Verde, disputa-se este sábado, às 15h30 (hora local), no Estádio Adérito Sena, no Mindelo.

Será dirigido por um quarteto de arbitragem da ilha de Santiago, chefiado pelo árbitro central António Brito, que terá como assistentes José Mendes e Paulo Tavares, sendo quarto árbitro Carlos Monteiro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.