A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) ainda não recebeu qualquer pronunciamento de Jovane Cabral e o jogador “em nenhum momento” rejeitou a chamada do seleccionador Rui Águas, disse à Inforpress um responsável deste organismo máximo do futebol nacional.

A mesma fonte apontou como exemplo, o caso de Zé Luís, que, depois de ser convocado enviou uma nota demonstrando a sua indisponibilidade em representar a selecção no jogo com o Lesoto, a contar para as eliminatórias do CAN 2019.

O jornal português “O Jogo” na sua edição de segunda-feira, 27, anunciou que o extremo atacante, do Sporting de Portugal, declinou o convite para representar Cabo Verde, preferindo “resguardar-se” para representar a selecção de Portugal.

O jornal diz que o jovem atleta, 20 anos, “não vai se apresentar” na concentração para o estágio de Cabo Verde, a ter lugar no dia 02 de Setembro, “uma vez que tem o objectivo de jogar nas selecções portuguesas” pelo que “também não tem a intenção de defrontar o Lesoto”.

É que se jogar contra Lesoto, Jovane fica automaticamente impedido de trocar de selecção, uma vez que se trata de uma partida oficial da FIFA, a contar para a fase de apuramento de um torneio continental.

Já o seleccionador de Cabo Verde, Rui Águas, em entrevista ao mesmo matutino, disse acreditar que Jovane Cabral vai apresentar-se no estágio em Lisboa, Portugal, com vista ao jogo contra o Lesoto.

“A mudança de selecção não é tão simples assim, mas não vou adiantar nada a esse respeito”, afirmara Rui Águas, avisando que se Jovane alinhar nesse jogo fica desde logo automaticamente impedido de optar pela selecção de Portugal.

A partida referente à segunda jornada do Grupo L de qualificação para o Campeonato Africano das Nações, CAN 2019, realiza-se a 9 de Setembro no Lesoto e Jovane está indigitado a integrar a lista dos convocados do seleccionador Rui Águas.

Jovane já representou a selecção cabo-verdiana AA frente ao Luxemburgo, em Março de 2017, mas foi num jogo particular, pelo que à luz do regulamento da FIFA, poderá ainda mudar de selecção, necessitando nesse sentido de fazer um pedido expresso à FIFA, que depois vai avaliar o processo até dar um parecer definitivo.

De resto, o jornal “O Jogo” avança mesmo que Jovane “tem um desejo muito concreto” em ser convocado pelo seleccionador português de sub-20, Hélio Sousa, para o próximo Mundial da categoria, a ter lugar em Maio e Junho de 2019, na Polónia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.