Para Hugo Almeida, que já atuou no campeonato alemão, no Werden Bremen, o maior gozo deste Europeu não é só ‘vingar’ as últimas derrotas impostas pela Alemanha, «uma equipa fria, que joga no erro do adversário».

«Não daria gozo especial [vencer a Alemanha]. O que dá é chegar ao fim do grupo e passar. É um grupo difícil», disse o jogador dos turcos do Besiktas  à margem de um evento de apoio à Seleção que decorreu em Lisboa, acrescentando que «as expectativas estão sempre altas».

Ex-companheiro de equipa de Özil, salientou que o germânico é «um dos melhores do Mundo», mas que a Alemanha, «tal como a Holanda e a Dinamarca, valem pelo seu todo».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.