O selecionador de Espanha, Vicente del Bosque entende os casos dolorosos dos jogadores dispensados, entre eles o benfiquista Javi Garcia, na elaboração da lista de 23 convocados para o Euro2010 em futebol, divulgada hoje.

«Nenhum caso em concreto é mais doloroso. Todos são. Desde Javi Garcia, que foi o que menos minutos (21) jogou ontem [sábado, com a Sérvia], até Monreal, que teve mais oportunidades. A dor é de todos, mas não posso chamar mais de 23», justificou o técnico espanhol.

Del Bosque revelou ainda que pediu aos dispensados que «sejam bons desportistas» e prometeu-lhes que «em agosto voltarão a estar perto da seleção».

«Esta é uma lista ponderada, que nos obrigou a dar muitas voltas. Não tiamos méritos a ninguém, porque todos tiveram um comportamento magnífico nesta fase final de preparação», destacou o selecionador dos campeões mundiais e europeus.

Javi Garcia entrou nos últimos 21 minutos do jogo particular de sábado com a Sérvia, que os campeões europeus e mundiais venceram por 2-0, mas acabou por não conquistar uma das 23 vagas para a fase final do Euro2012.

Dos 23 eleitos por Del Bosque, que não pode contar com os lesionados David Villa e Carles Puyol, apenas quatro não jogam em Espanha, um quarteto que disputa a liga inglesa: o guarda-redes Jose Manuel Reina (Liverpool) e os avançados Juan Mata, Fernando Torres (ambos do Chelsea) e David Silva (Manchester City).

Mesmo sem Villa e Puyol, o FC Barcelona domina a convocatória, com sete chamadas, contra cinco do Real Madrid, clube que se sagrou campeão esta época.

A Espanha integra o Grupo C da primeira fase do Europeu, juntamente com Itália, Croácia e República da Irlanda, estreando-se a 10 de junho com os italianos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.