O ex-internacional português Fernando Gomes considerou hoje que a Bósnia-Herzegovina, adversária de Portugal no “playoff” para o Europeu2012de futebol, está «mais consistente» do que há dois anos, pelo que espera «dois jogos difíceis».

«Esta seleção da Bósnia é mais consistente, para não dizer até melhor do que a que Portugal defrontou há dois anos, para o `playoff´ para o Mundial», disse o antigo avançado do FC Porto e atual diretor dos “dragões” à agência Lusa.

Fernando Gomes defende que «Portugal terá que jogar da forma como já o fez muitas vezes». «Ter grande concentração, não deixar correr o tempo, jogar com um grande espírito de equipa e pensar que o interesse do jogo é coletivo, do país».

«Se assim for, acho que nós conseguiremos fazer aquilo que fizemos há dois anos, quando foi também a qualificação para o Mundial e em que vencemos esta Bósnia», acrescentou Fernando Gomes.

O diretor portista defendeu que «Portugal tem dois jogos muito difíceis pela frente, porque a Bósnia é uma seleção com grande qualidade, muito bem orientada e com grandes jogadores».

«Jogam um futebol apoiado, têm um grande ponta-de-lança e um jogador no meio campo que organiza com grande qualidade o jogo», adiantou ainda o ex-internacional, que por duas vezes conquistou a Bota de Ouro.

Sob a provável pressão que os jogadores portugueses irão estar submetidos devido à participação no “playoff”, após falhada a qualificação direta para a fase final, Fernando Gomes recusa que possa vir a existir.

«Os jogadores portugueses são todos experientes e jogam em grandes equipas, pelo que não pode existir a questão da pressão inerente a um `playoff´», justificou Fernando Gomes.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.