O futebolista James McClean recebeu ameaças de morte na sua rede social, por adeptos da Irlanda do Norte, depois de ser chamado para a seleção da República da Irlanda para o Euro2012, na Ucrânia e Polónia.

O médio, que joga no Sunderland da Premier League, foi a principal novidade da convocatória do selecionador Giovanni Trapattoni (antigo treinador do Benfica), depois de ter defendido a camisola da Irlanda do Norte nas camadas jovens.

O jogador, de 23 anos, nasceu em Derry, na Irlanda do Norte, mas no seu passaporte figura dupla nacionalidade, por ser católico, já que no norte a maioria dos adeptos são protestantes.

Depois de conhecida a lista de Trapattoni, a conta do Twitter de McClean inundou-se de mensagens de felicitação, insultos e ameaças de morte, entretanto já apagadas e depois ironizadas pelo futebolista com a ausência da Irlanda do Norte do Euro2012.

McClean já havia jogado pela República da Irlanda num particular com a República Checa a 29 de fevereiro.

No Euro2012, que se realiza de 8 de junho a 1 de julho, a Irlanda vai integrar o grupo da Espanha, Itália e Croácia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.