A seleção portuguesa de futebol pode selar terça-feira a sua sétima presença consecutiva em fases finais de europeus e mundiais, mantendo um pleno de sucessos que começou no ano 2000.

Desde a participação, brilhante, no Euro2000, realizado na Holanda e Bélgica, Portugal não mais falhou o apuramento, sendo que, em matéria exclusiva de europeus, o de 2012 poderá ser o quinto consecutivo, numa série iniciada em 1996.

Até à presença no Inglaterra96, europeu em que Portugal caiu nos “quartos”, por culpa de um “chapéu” do ex-benfiquista Karel Poborsky, a formação das “quinas” apenas havia marcado presença em três... de 24 fases finais.

Depois de nove ausências, a primeira participação numa fase final aconteceu apenas em 1966, em Inglaterra, onde, sob o comando do “Pantera Negra” Eusébio da Silva Ferreira e dos seus nove golos (melhor marcador da prova), Portugal caiu nas “meias” face aos anfitriões e saiu com a medalha de bronze,

Foi, porém, um ato isolado, o dos “Magriços”, já que, a seleção lusa falhou as oito fases finais seguintes, voltando a qualificar-se apenas para o Euro84, em França, onde voltou a chegar e a cair nas meias-finais.

O gaulês e atual presidente da UEFA Michel Platini marcou, aos 119 minutos, o golo de um dramático desaire para Portugal, que esteve a perder por 1-0, mas chegou a liderar por 2-1 em pleno prolongamento, graças a um “bis” do “pintor” Rui Jordão, servido pelo “génio” de Fernando Chalana.

Pela primeira vez na sua história, as cores nacionais foram vistas em duas fases finais consecutivas, já que Portugal marcou presença no Mundial de 1986, numa presença traumática, marcada pelo famoso “Caso Saltillo”.

A vitória sobre a Inglaterra (1-0), selada por Carlos Manuel, que já havia sido o herói do apuramento, com um golo em Estugarda, num memorável triunfo face à Alemanha (1-0), foi o único “momento” da formação lusa em solo asteca.

Após duas presenças consecutivas, seguiram-se quatro ausências, com o regresso a acontecer apenas no Euro96, já com a “geração de ouro”, os campeões mundiais de juniores de 1989 e 1991, que levaram a equipa aos “quartos”.

Portugal voltou, porém, a falhar nova qualificação, desta vez para o Mundial de 1998, em França, “empurrado” pelo célebre “árbitro” gaulês Marc Batta, que expulsou inexplicavelmente, ou talvez não, Rui Costa e impediu a equipa lusa de vencer em Berlim, onde liderava por 1-0.

Sob o comando de Humberto Coelho, a seleção nacional logrou, depois, o apuramento para o Euro2000, prova em que brilhou e atingiu as meias-finais, iniciando um ciclo de presenças que ainda não foi interrompido.

A seguir, Portugal esteve em três mundiais, com destaque para o quarto lugar de 2006 – após mais um desaire com a França nas “meias”, como em 1984 e 2000 -, e dois europeus, tendo conseguido chegar à final em 2004.

Em solo luso, os comandados do brasileiro Luiz Felipe Scolari estiveram muito perto do título, mas, na final, em plena Luz, foram incapazes de marcar um golo à Grécia (0-1), que, surpreendentemente, saiu de Lisboa campeã da Europa.

- As participações de Portugal em fases finais:

Prova               Resultado
----------------------------------
Mundial 1930   não participou
Mundial 1934   não se qualificou
Mundial 1938   não se qualificou
Mundial 1950   não se qualificou
Mundial 1954   não se qualificou
Mundial 1958   não se qualificou
Euro1960       não se qualificou
Mundial 1962   não se qualificou
Euro1964       não se qualificou
Mundial 1966    TERCEIRO LUGAR
Euro1968       não se qualificou
Mundial 1970   não se qualificou
Euro1972       não se qualificou
Mundial 1974   não se qualificou
Euro1976       não se qualificou
Mundial 1978   não se qualificou
Euro1980       não se qualificou
Mundial 1982   não se qualificou
Euro1984        MEIAS-FINAIS
Mundial 1986    PRIMEIRA FASE
Euro1988       não se qualificou
Mundial 1990   não se qualificou
Euro1992       não se qualificou
Mundial 1994   não se qualificou
Euro1996        QUARTOS DE FINAL
Mundial 1998   não se qualificou
Euro2000        MEIAS-FINAIS
Mundial 2002    PRIMEIRA FASE
Euro 2004       FINAL
Mundial 2006    QUARTO LUGAR
Euro 2008       QUARTOS DE FINAL
Mundial 2010    OITAVOS DE FINAL

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.