Em zona mista, o avançado do Saragoça realçou os erros defensivos do jogo de Portugal, principalmente no início da segunda parte.

«Este jogo também tem de servir para corrigir erros, sobretudo na defesa onde fomos menos felizes. Entrámos mal na segunda parte, nos primeiros quinze minutos, onde sofremos dois golos mas conseguimos marcar e garantir a vitória», começou por dizer o autor do terceiro golo luso.

«Os golos são fruto do trabalho e dão-nos sempre confiança. Estou feliz por ter voltado a marcar», acrescentou.

A Portugal basta um empate na Dinamarca na próxima terça-feira para garantir o primeiro lugar do Grupo H e o passaporte para a Polónia e Ucrânia em 2012. Caso haja um empate, a Dinamarca torna-se a segunda melhor classificada da qualificação, evitando o Play-off de acesso à fase final, entrando também diretamente no próximo campeonato europeu de futebol.

«Na Dinamarca vamos ter um jogo muito difícil com um candidato ao apuramento, temos de estar na máxima força», revelou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.