Nélson acreditava que iria fazer parte das escolhas do selecionador nacional  para o Europeu 2012. Porém, quando ontem pelas 20h00 viu que o seu nome não constava da lista, diz ter sentido uma tristeza enorme.

«Sinto uma tristeza tão grande que não consigo sequer exprimi-la em palavras. Sentia que podia ir ao Euro 2012, sentia que teria essa alegria, depois de tudo o que me aconteceu este ano», referiu o jogador.

Depois de ultrapassada a grave lesão que teve, bem como a morte do pai, Nélson tinha conseguido afirmar-se no Bétis e achava que reunia as condições para ser chamado.

do sentimento, o lateral não faz críticas a Paulo Bento: «Guardarei esta dor para mim, os meus pensamentos e não farei mais grandes comentários. Acho que não devo dizer nada, neste momento, que me possa prejudicar no futuro. O que sei é que estive em grande nível nos últimos dois anos, na liga espanhola, talvez a melhor liga do Mundo».

A frustração de não ser convocado é tão grande que o jogador diz sentir «que foram dois anos de trabalho e sofrimento deitados ao lixo».

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.