Mais uma polémica a pouco mais de duas semanas do arranque do Euro2012. Sol Campbell, ex-internacional inglês, apelou aos adeptos ingleses para que não viajassem para a Polónia e Ucrânia sob risco de regressarem «num caixão».

O antigo defesa inglês de 37 anos aconselhou os adeptos ingleses a não se deslocarem à Polónia e Ucrânia para assistir aos jogos de seleção inglesa no Euro2012.

Polónia e Ucrânia têm antecedentes de racismo e xenofobismo nos estádios de futebol e na opinião do ex-jogador do Arsenal e Tottenham a UEFA «errou» ao atribuir a organização aos dois países.

«Fiquem em casa, vejam na televisão. Nem sequer arrisquem… porque podem acabar por voltar a casa num caixão. Penso que eles (UEFA) erraram», afirmou Campbell ao programa da BBC «Panorama».

Em Inglaterra, o racismo no desporto tem levantado muitas discussões. Segundo o diário Daily Mail, as famílias dos internacionais ingleses Theo Walcott, Joleon Lescott e Alex Oxlade-Chamberlain não vão viajar para a Polónia e Ucrânia devido à ameaça do racismo latente nos dois países.

A questão do racismo na Polónia e na Ucrânia é uma das questões que mais preocupa a organização do Euro2012 devido a inúmeros incidentes nos estádios polacos e ucranianos.

No documentário da BBC vai passar esta segunda-feira e promete levantar questões de segurança à organização do Euro2012 pois mostra adeptos a fazerem saudações Nazis, a brindarem os jogadores negros com sons a imitar macacos, cânticos antissemitas e um grupo de estudantes asiáticos a serem atacados no estádio do Metalist, em Kharkiv.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.