Cristiano Ronaldo ia falar aos adeptos portugueses, mas o avançado do Real Madrid preferiu passar o microfone a Éder, o novo herói do futebol português.

“Obrigado por este momento ,estamos muito contentes, demos tudo dentro de campo de vozes, agora ha que celebrar, hoje devia ser feriado…”, disse o avançado português, autor do golo na final de ontem, na Alameda D. Afonso Henriques, perante milhares de pessoas.

Enquanto Éder discursava, os companheiros de equipa cantavam: “E foi o Éder que os f*deu!”

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.