As autoridades francesas vão mobilizar um forte contingente de segurança para domingo, dia da final do Euro2016 de futebol entre França e Portugal, mas não têm previsto qualquer desfile para segunda-feira, caso os gauleses triunfem.

3.400 polícias e gendarmes (forças militarizadas) vão ser mobilizados para garantir a segurança nos Campos Elísios após a final, mas, segundo as autoridades, não está previsto qualquer desfile naquele local na segunda-feira.

Segundo o presidente da câmara de Paris, Michel Cadot, "não será possível um desfile, nem será possível deixar circular as massas (pessoas) na segunda-feira" nos Campos Elísios, pelo que a seleção gaulesa, caso vença a final, não poderá desfilar a bordo de um autocarro como o fez em 1998, depois de conquistar o Campeonato do Mundo, que organizou.

Michel Cadot alegou que a principal razão tem a ver com as cerimónias de comemoração do 14 de julho, feriado nacional em França, para as quais as barreiras começam a ser instaladas precisamente na segunda-feira.

Além do contingente a ser mobilizado para os Campos Elísios, outros 1.300 vão estar na zona do Stade de France, em Saint-Denis, onde se disputará o encontro, 1.400 na 'fan zone' de Paris e 700 nos transportes públicos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.