Pepe afirmou hoje que a seleção portuguesa de futebol quer "entrar para a história" no domingo, vencendo a final do Euro2016, diante da França, e admitiu que seria "fantástico" se Portugal seguisse o exemplo da Grécia em 2004.

"Queremos entrar par a história e seguramente vamos entrar com a ambição de fazermos as coisas bem. Amanhã (domingo) vão estar 11 milhões de pessoas, 11 jogadores e outros três que vão entrar com uma vontade de poder fazer história no futebol português", disse, em conferência de imprensa realizada no Stade de France, em Saint-Denis, arredores de Paris.

O central, de 33 anos, que falava na antevisão da final do Campeonato Europeu, foi confrontado com o facto de Portugal não ser favorito frente ao anfitrião, numa situação em tudo idêntica à da Grécia, que, em 2004, acabou por bater a ‘equipa das quinas’, em Lisboa.

Pepe espera agora que Portugal consiga seguir o exemplo dos gregos, contrariando o favoritismo que tem sido apontado aos franceses.

A final do Euro2016, entre Portugal e França, está marcado para às 20h00 deste domingo, em Paris.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.