A Alemanha anunciou hoje a dispensa de quarentena a quem chega ao país para trabalhar durante o Euro2020 de futebol, que tem em Munique uma das suas sedes.

“O Campeonato da Europa é um grande evento desportivo que todo o mundo vai assistir, e a Alemanha fará a sua parte para o seu sucesso”, justificou o ministro do Interior, Horst Seehofer.

O governo germânico vai assim conferir a isenção de quarentena a todos os credenciados pela organização do torneio, incluindo as pessoas que viajem desde o Reino Unido, a única nação europeia na sua lista de “áreas com variantes de vírus”.

Todas as pessoas que chegam deste tipo de destinos referenciados devem passar 14 dias de quarentena e as companhias aéreas só podem transportar cidadãos alemães e residentes.

Ainda assim, e apesar da isenção válida até 29 de julho, o Ministério do Interior obriga a outras regras sanitárias, entre as quais a realização de testes diários.

“Temos uma boa experiência com o conceito de higiene no campeonato de futebol, na Taça da Alemanha e na Liga dos Campeões, assim como noutros desportos. Estamos a enviar os nossos atletas olímpicos para Tóquio. Também organizaremos o Campeonato Europeu garantindo a segurança das equipas e proteção contra infeções”, disse o governante.

A Alemanha integra o grupo F com Portugal, França e Hungria, disputando os seus diversos desafios no Allianz Arena de Munique, que receberá um encontro dos quartos de final em 02 de julho.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.