A Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) deteve dois indivíduos, de 18 e 21 anos, por suspeita de terem queimado uma bandeira portuguesa em protesto pela derrota da seleção frente à Bélgica.

Os dois jovens foram detidos em Viqueque na sequência da publicação de um vídeo, que começou a circular pouco depois da derrota de Portugal contra a Bélgica, no qual se vê a bandeira portuguesa a ser queimada e ouvem-se vários jovens a dirigir insultos à seleção portuguesa e ao seu capitão, Cristiano Ronaldo, que é quase figura mítica para uma grande da população do país.

O vídeo tornou-se viral nas redes sociais do país, suscitando duras críticas e apelos à intervenção policial para identificar os autores do incidente.

Desde o começo do Europeu de Futebol, Timor-Leste viveu com grande intensidade todos os jogos da seleção, apesar de vários ocorrerem durante a madrugada no país, chegando a haver caravanas e celebrações nas ruas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto