A seleção alemã de futebol, três vezes campeã da Europa, é o primeiro obstáculo de Portugal rumo aos oitavos de final do Euro2020. Os campeões europeus garantem o apuramento em caso de vitória já que passarão a ter seis pontos em dois jogos.

Este será o segundo grande oponente de Portugal na fase de grupos e um dos favoritos do torneio, a par da França, último adversário dos lusos no Grupo F.

Saiba tudo sobre o Euro2020: fotos, vídeos, infografias, notícias e reportagens.

Liderada desde 2006 por Joachim Löw, que deixa o comando da Alemanha após concluída a participação no torneio, para dar lugar ao compatriota Hansi Flick, a 'mannschaft' recebe, este sábado, 19 de junho, o atual campeão europeu na Arena de Munique, o segundo maior recinto futebolístico do país, e muito provavelmente perante 14.500 adeptos, já depois de perder com a campeã mundial França, na ronda inaugural do Grupo F. A 'Mannschaft' está obrigada a vencer, ou então a pontuar para continuar a sonhar com a caminhada rumo às fases a eliminar.

Portadores de três títulos continentais (1972, 1980 e 1996) e quatro cetros mundiais (1954, 1974, 1990 e 2014), os germânicos apenas falharam as três edições inaugurais de Campeonatos da Europa e alcançaram as meias-finais nas últimas duas provas de um evento que voltarão a organizar em 2024, depois de o terem acolhido em 1988, ainda como RFA.

Joachim Löw, que conduziu a Alemanha à vitória no Mundial de 2014, surpreendeu ao chamar dois nomes incontornáveis do futebol alemão: Mats Hummels (Borussia Dortmund) e Thomas Müller (Bayern Munique), afastados da seleção desde 2018, após a deceção no Mundial2018 e na Liga das Nações, com a seleção germânica a ser eliminada nas duas competições ainda na fase de grupos.

Principais estrelas

O avançado, de 31 anos, não jogava pela Alemanha desde 19 de novembro de 2018, num empate com os Países Baixos (2-2), na Liga das Nações, mas exibiu-se a grande nível ao serviço do Bayern Munique, pelo qual anotou 11 golos e efetuou 21 assistências, muito importantes para ajudar os bávaros a chegar ao nono título alemão consecutivo.

Na primeira ronda deste Euro2020, Thomas Müller foi titular na derrota por 1-0 diante da França.

Mats Hummels defesa central, de 32, que soma 73 internalizações, foi peça chave no Borussia Dortmund, ao ajudar a equipa do português Raphaël Guerreiro a vencer a Taça da Alemanha e a qualificar-se para a Liga dos Campeões. Voltou para ser titular no centro da defesa, ao lado de Rudiger e Ginter, numa defesa a três, na ronda inaugural frente a França.

Além dos dois veteranos, são muitas as ‘estrelas' que podem, coletivamente e individualmente, destroçar qualquer seleção, desde logo Serge Gnabry (Bayern de Munique), que se destacou durante o apuramento com oito golos em sete aparições.

A lista inclui ainda os também bávaros Joshua Kimmich e Leroy Sané, Ilkay Gündogan (Manchester City), Toni Kross (Real Madrid) e Kai Havertz (Chelsea), este último herói do Chelsea contra o Manchester City, na final da Liga dos Campeões, no Dragão.

Como se apurou? Uma derrota e sete vitórias

A Alemanha fez uma qualificação quase brilhante ao vencer sete dos oitos jogos que disputou. Os germânicos foram primeiros no Grupo C com 21 pontos e só somaram uma derrota, frente aos Países Baixos, em casa por 4-2. A 'Laranja Mecânica' ficou em segundo com 19 pontos, seguido da Irlanda do Norte com 13, Bielorrússia com quatro e Estónia apenas com um ponto. Nos oito jogos, a Alemanha marcou 30 golos e sofreu sete, seis deles marcados pela Holanda.

Histórico favorável nos jogos com Portugal

Portugal não vence a Alemanha há mais de 20 anos e saiu derrotado das últimas quatro ocasiões em que mediu forças com a Mannschaft, tendo sofrido onze golos e marcado apenas quatro nessas quatro partidas. Ao todo, o histórico de embates entre os dois países dá conta de dez vitórias para a Alemanha e apenas três para Portugal, com cinco empates pelo meio.

O último frente-a-frente entre Portugal e Alemanha é de má memória para as cores portuguesas, com os alemães a vencerem por claros 4-0 na fase de grupos da fase final do Mundial de 2014, no Brasil

Os resultados obtidos por Portugal em solo germânico também não trazem boas memórias ao campeão europeu, que apenas por uma vez saiu a sorrir, quando bateu a Alemanha (1-0), ainda como RFA, em Estugarda, para a qualificação do Mundial de 1986. De resto, os lusos empataram 1-1 em 1938, em Frankfurt, e perderam em 1960 e 1982, por 2-1 e 3-1, em Ludwigshafen e Hannover, respetivamente, sempre em jogos particulares.

Na qualificação para o Mundial de 1998, a equipa das ‘quinas' conseguiu um empate a um golo, em Berlim, e na fase final do mundial de 2006 saiu derrotado de Estugarda (3-1), no jogo de atribuição dos terceiro e quarto lugares.

Esta será a primeira vez que Portugal irá jogar na casa do Bayern Munique contra a 'mannschaft', mas a segunda que pisa este palco, depois da derrota com a França (1-0), nas meias-finais do Mundial de 2006.

Possível onze: Manuel Neuer; Matthias Ginter, Antonio Rüdiger, Mats Hummels e Robin Gosens; Joshua Kimmich, Ilkay Gündogan e Toni Kroos; Thomas Müller, Serge Gnabry e Timo Werner.

Lista de 26 convocados da Alemanha

- Guarda-redes: Manuel Neuer (Bayern Munique), Kevin Trapp (Eintracht Frankfurt) e Bernd Leno (Arsenal, Ing).

- Defesas: Antonio Rüdiger (Chelsea, Ing), Mats Hummels (Borussia Dortmund), Matthias Ginter (Borussia Mönchengladbach), Niklas Süle (Bayern Munique), Lukas Klostermann (Leipzig), Robin Gosens (Atalanta, Ita), Robin Koch (Leeds, Ing), Christian Günter (Friburgo) e Marcel Halstenberg (Leipzig).

- Médios: Emre Can (Borussia Dortmund), Joshua Kimmich (Bayern Munique), Ilkay Gündogan (Manchester City, Ing), Kai Havertz (Chelsea, Ing), Toni Kroos (Real Madrid, Esp), Leon Goretzka (Bayern Munique), Jonas Hofmann (Borussia Mönchengladbach) e Florian Neuhaus (Borussia Mönchengladbach).

- Avançados: Thomas Müller (Bayern Munique), Serge Gnabry (Bayern Munique), Leroy Sane (Bayern Munique), Jamal Musiala (Bayern Munique), Kevin Volland (Mónaco, Fra) e Timo Werner (Chelsea, Ing).

Saiba tudo sobre o Euro2020: fotos, vídeos, infografias, notícias e reportagens.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.