A seleção da Suécia vai reforçar as precauções contra o novo coronavírus, depois de terem sido detetados dois casos positivos entre os jogadores escolhidos para o Euro2020 de futebol, anunciou hoje a federação.

“Uma vez que são dois jogadores com teste positivo, a equipa médica e os responsáveis pela seleção reuniram-se na noite de terça-feira para discutir medidas para limitar o risco de contágio”, referiu a federação sueca, em comunicado.

Entre as medidas decididas estão a realização de testes rápidos diariamente, o aumento de testes PCR, reuniões com grupos mais pequenos e em espaços maiores, contactos limitados e sempre que possível ao ar livre.

Na terça-feira, a Suécia confirmou que Dejan Kulusevski, jogador da Juventus, e Mattias Svanberg, do Bolonha, testaram positivo ao novo coronavírus.

Ambos os jogadores, que apresentam sintomas leves, foram colocados em isolamento e irão falhar a estreia no Euro2020 com a Espanha, na segunda-feira, em jogo do Grupo E, que inclui ainda a Polónia, de Paulo Sousa, e a Eslováquia.

O Euro2020, que foi adiado para este ano devido à pandemia de covid-19, realiza-se em 11 cidades de 11 países diferentes, entre sexta-feira e 11 de julho.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.