O guarda-redes Marc-Andre ter Stegen, do FC Barcelona, vai desfalcar a Alemanha na fase final do Euro2020 de futebol, ao optar por ser de novo operado ao joelho direito, anunciou hoje o jogador nas redes sociais.

“Decidi com a equipa médica do meu clube fazer outra cirurgia no joelho. Estou triste por perder o Europeu. Pela primeira em anos, vou apoiar o meu país a partir de casa, como um adepto”, escreveu Ter Stegen na conta oficial na rede social Instagram.

Em 20 de maio, o guarda-redes, de 29 anos, vai ser operado ao tendão rotuliano do joelho direito, num processo que será complementar a uma cirurgia realizada em 2020, que na altura afastou o alemão dos relvados durante três meses.

A decisão de Ter Stegen e do FC Barcelona surge um dia depois dos catalães terem ficado afastados da luta pelo título espanhol, com uma derrota caseira perante o Celta Vigo (2-1), naquele foi o último encontro do guardião germânico esta temporada.

O jogador germânico, que está há sete épocas no FC Barcelona, depois de ter feito a formação e iniciado a carreira no Borussia Mönchengladbach, tem 25 internacionalizações pela Alemanha, mas na sua seleção tem vivido quase sempre na ‘sombra’ da Manuel Neuer, ‘dono’ da baliza germânica.

No Euro2020, a Alemanha é adversária de Portugal no Grupo F, juntamente com França e Hungria. As duas seleções vão encontrar-se em 19 de junho, em Munique.

A fase final do Europeu, na qual a seleção portuguesa defende o título e que foi adiada um ano devido à pandemia da covid-19, vai decorrer entre 11 de junho e 11 de julho, em 11 cidades.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.