Depois de alguns dias complicados, logo após ter sido convocado por Fernando Santos para o EURO2020, a contas com uma infeção com COVID-19, Gonçalo Guedes ganrante estar totalmente recuperado. O extremo do Valência foi o jogador da Seleção de Portugal escolhido para falar, na manhã deste sábado, aos jornalistas em Budapeste e disse estar pronto para ajudar.

"Estou na minha perfeita forma. Não parei apesar de estar dez dias em casa. Treinei todos os dias com planos que me enviaram. Sinto-me bem, estou muito confiante em mim próprio e espero ajudar ao máximo a equipa", afirmou durante a conferência de imprensa desta manhã.

O antigo jogador do Benfica sublinhou que teve sempre a certeza de que iria recuperar a tempo de estar na fase final do torneio. "Não tive dúvidas, nem tive sintomas. Não senti grande diferença no meu corpo. Foi um pouco indiferente, apesar de saber que o COVID não é bom para ninguém", lembrou.

O extremo de 24 anos reforçou, entre sorrisos, a sua satisfação com a rápida recuperação. "Nunca tinha ficado tão contente com um teste negativo! Assim, pude integrar o grupo o mais cedo possível. Ficar em casa mais dias não seria nada bom", reconheceu.

Gonçalo Guedes falou também da forte concorrência que existe na seleção para a sua posição. "Acho que o mister tem a vida muito complicada e isso é muito bom. A nós cabe-nos trabalhar todos os dias para dificultar ao máximo a vida do mister. Mas no fim teremos de aceitar qualquer decisão do treinador. Eu estou pronto para ajudar 1, 30 ou 90 minutos", frisou.

Quanto ao que espera Portugal no Grupo F, Guedes disse que, sejam quais forem os adeversários, o objetivo é sempre ganhar, a começar já pelo jogo de terça-feira, com a Hungria. "Não digo que seja o pior grupo, apenas um grupo muito difícil. É um sorteio. Já analisámos alguns pontos fortes e alguns pontos fracos da Hungria e partimos já para este primeiro jogo com o objetivo de ganhar. Se é verdade que eles vão ter o apoio dos adeptos nas bancadas, então cabe a nós temos de fazer um grande jogo para que o público fique do nosso lado", terminou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.