Três épocas depois de lançar uma equipa de futebol feminina, o Sport London e Benfica é finalista da taça regional Capital Womens Cup e vai subir de escalão, para a sexta divisão nacional, que dá acesso à Taça de Inglaterra.

A final será disputada na quarta-feira contra o Edgware Town Ladies, a única equipa que derrotou o SLB de Londres durante esta época na Division 1 North da Greater London Women's Football League, liga que mesmo assim venceu por diferença de golos.

"A experiência da final vai ser enorme, mas agora temos a tarefa mais difícil, que é ganhar o jogo contra a única equipa que nos venceu desde outubro de 2019, Edgware Town, que nos venceu no mês passado por 2-3”, disse o diretor de futebol e treinador adjunto, José Viana, à agência Lusa.

"Estamos confiantes que podemos corrigir os erros desse jogo e conseguir o ‘double’ esta época”, acrescentou.

O apuramento foi conseguido no domingo graças a um pénalti já perto do final contra o Actonians Reserves, numa partida dificultada pelo calor intenso.

"Acabámos exaustos mas contentes de chegar a uma final de Taça depois de estar em duas semi-finais na época passada que foram anuladas" por causa da pandemia de covid-19, contou.

O feito vem coroar uma sequência de duas boas épocas e confirmar o potencial da equipa, que na próxima época vai jogar na liga regional de Londres, a London and South East Regional Football League.

O futebol feminino, comandado por Gabriel John e pelo assistente James Ramos, só começou em 2018, na sequência da união de esforços com outro clube.

Uma década antes, em 2007, a equipa de futebol masculino sénior do Sport London e Benfica chegou a um nível semi-profissional, após vencer por duas épocas consecutivas os campeonatos das divisões em que jogava.

Na altura, a imprensa regional apelidou o técnico José Viana como “the other special one” (o outro especial) devido ao sucesso e por partilhar a nacionalidade e o primeiro nome com José Mourinho, na altura treinador do Chelsea.

Porém, problemas financeiros provocaram uma instabilidade que acabou com a equipa de futebol masculino, mantendo-se apenas os escalões juniores sub-16.

Em 2012, o clube estreou-se na liga regional de futsal com alguns dos jogadores jovens e outros veteranos da antiga equipa sénior, vencendo as duas primeiras épocas de Middlesex FA Futsal Fives.

Porém, à medida que subia de escalões, Viana conta que aumentou a pressão da federação inglesa, incluindo para mudarem o nome da equipa para algo "mais inglês”, o que recusou por uma questão de princípio e de respeito pela história do clube, que remonta a 1981.

Agora, o futuro do clube está no futebol feminino e para a época 2021/22, José Viana gostava de obter mais apoios financeiros para cobrir os custos acrescidos de deslocações, equipamento e para atrair melhores jogadoras.

Atualmente, o orçamento depende das receitas das equipas juniores e, por vezes, do seu próprio bolso.

Apesar da relação distante com o SLB em Portugal, gostava de contar com alguma assistência, não necessariamente financeira mas a nível técnico, como estágios de treinadores, para continuar a ter bons resultados.

Nas redes sociais do Sport London e Benfica, um vídeo do antigo internacional e avançado benfiquista Nuno Gomes deu os parabéns pela vitória do campeonato e deseja "boa sorte" para a próxima época.

José Viana promete "continuar a promover o bom nome do Benfica e de Portugal”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.