A equipa do Llana, da Ilha do Sal, sagrou-se, este sábado, campeão cabo-verdiano do futebol feminino, após vencer o Mindelense de São Vicente, por 5-4, nas grandes penalidades, no jogo da final do campeonato.

Em partida realizada no Estádio Arsénio Ramos, na ilha da Boa Vista, persistiu o nulo durante os 90 minutos e o prolongamento.

A sorte sorriu as salenses nas grandes penalidades que se sagra assim, pela primeira vez, campeão de Cabo Verde, destronando a tetracampeã, Seven Stars, de Santiago Sul.

Uma nota para esta final, é que pela primeira vez nas competições nacionais em Cabo Verde realizou-se, no prolongamento, a quarta substituição.

Para chegar à final, a equipa do Llana, do Sal, venceu na quinta-feira, o Seven Stars, Santiago Sul, nas grandes penalidades, por 3-1, depois de um empate a uma bola durante o tempo regulamentar.

As meninas do Mindelense, por seu lado, conquistaram a passagem à final, ao derrotar a formação de Atleta de Cristo, campeã de Santiago Sul, por 1-0, com golo de Joseane.

As duas equipas de Santiago Sul ficaram de fora da final, que este ano pautou-se pela ausência do Seven Stars que conquistou os últimos quatro títulos do campeonato nacional de futebol feminino.

Esta é a primeira vez que uma equipa, que não seja da Ilha de Santiago, ganha o campeonato nacional em feminino, uma vez que em seis edições, o Sevens Stars venceu por quatro vezes e a EPIF, por duas ocasiões.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.