A treinadora do Valadares Gaia, Mara Vieira, disse hoje que acredita numa surpresa e espera "criar algumas dificuldades" ao Benfica, em antevisão à final de sábado da Taça de Portugal em futebol feminino.

"Podemos surpreender, teremos sempre hipóteses. Vamos ter uma atitude muito competitiva, nunca vamos desistir do jogo e tentaremos que a nossa forma de jogar saia naturalmente. Esperamos criar algumas dificuldades", disse.

Mara Vieira analisou o adversário da final e pediu consistência defensiva às suas jogadoras para poder discutir o resultado diante do Benfica.

"Temos de saber defender bastante bem. A segunda divisão não é a divisão mais adequada para um plantel como o Benfica. É uma equipa muito habituada a ter bola, faz muitos golos e está sempre muito confiante. O processo ofensivo do Benfica está sempre muito desenvolvido, mas a parte defensiva nem tanto", considerou.

A técnica, de 37 anos, espera que o jogo "seja um bom espetáculo" e mostrou satisfação pelo desenvolvimento que o futebol feminino está a ter nos últimos anos.

"Para o futebol feminino, esta competição é uma oportunidade para os clubes mais pequenos poderem chegar a uma grande final. Espero que seja um bom espetáculo para quem assiste na televisão ou venha ao Jamor. Se houver golos, melhor. O futebol feminino sairá a ganhar, ainda está em fase de crescimento", afirmou.

A guarda-redes do Valadares Gaia, Neide Simões, atirou o favoritismo para o lado do Benfica, mas acredita que a equipa gaiense pode discutir o jogo até ao fim.

"O favoritismo está do lado do Benfica, elas é que são profissionais e têm esse dever de ganhar. Começa 0-0, somos 11 contra 11 e as probabilidades são iguais. Sabemos as nossas limitações, mas também temos pontos fortes e vamos tentar usá-los para discutir o jogo até ao fim", expressou.

A internacional lusa confessou ainda que o plantel está calmo e falou da evolução do futebol feminino e das poucas possibilidades que as equipas não profissionais têm de chegar a uma final da prova.

"Estamos calmas. A ansiedade vai passando a cada dia que passa. Algumas jogadoras nunca estiveram numa final, espero que não seja a última, mas sabemos que com a evolução do futebol feminino isso pode acontecer. Há cada vez mais equipas profissionais e nós não somos, o que nos leva a ter menos possibilidades", confessou.

O Valadares Gaia disputa a final da Taça de Portugal em futebol feminino no sábado, diante do Benfica, em encontro que se inicia às 15:00, no Estádio Nacional, em Oeiras.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.