O julgamento do caso de alegadas apostas ilegais durante o Mundial de Futebol no Brasil em 2014 foi hoje adiado para o dia 12 de fevereiro, disse à Lusa a advogada de cinco dos 15 arguidos.

“A audiência foi adiada para 12 de fevereiro por falta de notificação regular de um dos arguidos”, explicou Icília Berenguel.

As 15 pessoas estão acusadas de coautoria na exploração ilícita para o jogo, um crime que é punível até um máximo de três anos de prisão.

A 20 de junho de 2014, a polícia de Macau deteve mais de 20 pessoas suspeitas de estarem envolvidas em apostas ilegais em jogos do mundial de futebol no Brasil, que começara uma semana antes.

As autoridades de Macau lançaram uma operação num hotel e apreenderam registos de apostas, computadores, telemóveis e dinheiro.

As autoridades informaram então que o grupo teria recebido apostas num montante superior a cinco mil milhões de dólares de Hong Kong desde o arranque do Mundial de Futebol, no Brasil.

*Artigo atualizado

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.