O Almería, de José Gomes, voltou a perder pontos ontem na II liga espanhola de futebol, ao empatar na receção ao Leganés, por 1-1, num jogo em que esteve em vantagem numérica quase desde o início.

A equipa, que teve os portugueses Ivanildo Fernandes e Samuel Costa a titulares e ainda fez entrar João Carvalho na segunda parte, não soube aproveitar o facto de ter mais um jogador, após a expulsão de Ruben Perez aos 16 minutos.

Manu Morlanes ainda marcou para o Almería nos descontos, aos 90+2, mas o Leganés empatou aos 90+10, numa grande penalidade convertida por Juan Munoz.

A grande penalidade no final da partida foi polémica e o técnico português não escondeu a sua insatisfação face à decisão do vídeoárbitro, pedindo respeito para com a sua equipa.

"Merecemos respeito! Há que respeitar esta gente que trabalha muito, que trabalha todos os dias para nos jogos... (...) O vídeoárbitro é uma ferramenta espetacular se bem utilizada. Se não há 100% de certezas no que se passou, não pode intervir", começou por dizer.

"O árbitro apitou o que tinha de apitar, falta sobre Maras. O árbitro muito bem apitou falta a nosso favor. Como é que uma falta a nosso favor termina num penálti contra?! O que é isto?! Que futebol é este?!", acrescentou.

Na classificação, o Almería, que não vence há três jornadas, é terceiro, com 57 pontos e mais um jogo disputado do que o Maiorca, segundo, com os mesmos 61 pontos do líder Espanyol, enquanto o Leganés é quarto, com 54.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.