Shiva N’Zigou, antigo internacional pelo Gabão, contou numa sessão de confissão várias histórias que envolvem a sua infância e adolescência. O antigo jogador fez revelações que estão a chocar o mundo, nomeadamente sobre a morte da mãe, bem como a relação incestuosa que manteve com a irmã e a tia.

"A minha mãe morreu e devo confessar que foi sacrificada. Assinei muitos contratos, trouxe muito dinheiro para casa mas o meu pai queria ficar com tudo. Disse-me que ia matar a minha mãe. Eu recusei e ele fê-lo na mesma. Decidiu sacrificar a minha mãe para que o seu espírito pudesse ajudar-me na minha carreira futebolística", contou N'Zigou.

O pai do antigo internacional gabonês contou-lhe ainda que tinha sido o próprio jogador a pedir para que o ritual fosse levado a cabo, mas Shiva N’Zigou afirma que "recusei mas infelizmente foi feito. Peço perdão. Eu queria confessar."

No entanto, as revelações do jogador - frequentador assíduo de uma igreja evangélica -, não ficam por aqui. "Tenho mais 5 anos. Menti sobre a idade quando fomos para França", confessou N'Zigou que era, até então, considerado o jogador mais novo de sempre a marcar num jogo da Taça Africana. No entanto, agora sabe-se que, embora dissesse ter 16 anos, o jogador tinha na verdade 21.

Outra das confissões de Shiva N’Zigou envolvem ainda uma relação incestuosa. "Tive relações sexuais com a minha tia e a minha irmã. Também mantive uma relação homossexual com um amigo, além de ter tido um relacionamento de longo prazo com outro homem", admitiu.

As confissões de N'Zigou foram filmadas e mais tarde reveladas num vídeo que foi partilhado por um jornalista gabonês nas redes sociais.

O avançado gabonês passou por clubes como Nantes, Gueugnon, Stade de Reims e Fontenay. Pela seleção do Gabão, Shiva N'Zigou fez 11 jogos e marcou dois golos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.