Artur Soares Dias ficou, esta quarta-feira, retido no balneário durante o intervalo do embate entre AEK e Aris Salónica da Taça da Grécia, devido a uma confusão que se gerou à porta do balneário do árbitro português entre os dirigentes das duas equipas.

Na origem da confusão esteve uma grande penalidade assinalada por Soares Dias a favor do Aris Salónica à passagem do minuto 11 da partida e que na altura ditou a igualdade no encontro.

O presidente e outros dirigentes do AEK esperaram o árbitro português à saída do balneário e foram, então, confrontados por dirigentes da equipa visitante. O encontro acabou, depois, por ser retomado 20 minutos depois.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.