Cinco personalidades do futebol guineense foram aprovadas pela comissão eleitoral para disputarem, no dia 25, a presidência da federação da modalidade, anunciou Lino Lopes, presidente da comissão organizadora do congresso.

Foram aprovadas as candidaturas de Manuel Lopes, presidente cessante e que concorre a um terceiro mandato consecutivo, Carlos Teixeira ‘Caito’, Fernando Tavares ‘Bené’, ambos empresários, António Patrocínio e Paulo Mendonça, ambos dirigentes desportivos.

Fernando Tavares é atualmente presidente da Liga Guineense de Clubes de Futebol.

António Patrocínio, Carlos Teixeira e Paulo Mendonça são antigos colaboradores de Manuel Lopes no Comité Executivo da Federação Guineense de Futebol, mas todos se incompatibilizaram e agora tentam assumir a presidência do organismo.

A comissão eleitoral, liderada por Lino Lopes, presidente do Futebol Clube Os Lagartos de Bambadinca, clube da primeira divisão, anunciou que da corrida ficaram excluídas as candidaturas de Mutaro Bari e Benalivio Insali, por irregularidades nas inscrições.

Fonte da comissão eleitoral disse à Lusa que Bari e Insali podem recorrer da exclusão, "que ainda é provisória", e se apresentarem os documentos exigidos poderão ser readmitidos no processo.

Em conferência de imprensa, Mutaro Bari, antigo dirigente ligado ao Desportivo de Gabu e ao Estrela Negra de Bolama, tranquilizou os seus apoiantes, garantindo que vai participar na votação do dia 25 e que tudo foi um "mal-entendido, mas que será resolvido ainda hoje".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.