A Associação Argentina de Futebol (AFA) e a Associação Argentina de Futebolistas (FAA) assinaram hoje um acordo que permite aos clubes estenderem os contratos dos jogadores por seis meses face à situação excecional causada pela pandemia do coronavírus.

"Tendo em conta a situação excecional que o mundo inteiro está a enfrentar devido à pandemia da COVID-19, a AFA assinou um acordo com a FAA, que confere aos clubes a possibilidade e a liberdade de estenderem os contratos em vigor com os jogadores de futebol pelo prazo mínimo de seis meses", publicou na sua página o órgão dirigente do futebol argentino.

Os contratos devem ser assinados em julho e terem uma data de término mínima obrigatória em 31 de dezembro.

A AFA decidiu suspender a temporada 2019/20, quer do futebol masculino como do feminino, e ainda não há data estipulada para o retorno dos campeonatos.

Sergio Marchi, responsável máximo da FAA, havia alertado para o facto de dois mil contratos de jogadores expirarem em junho deste ano e para a necessidade de se encontrar uma solução para o problema.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.