A Federação Húngara de Futebol (MLSZ) suspendeu hoje todas as competições no país, devido à pandemia de Covid-19, e pediu aos clubes que cancelem os treinos, de modo a que jogadores, treinadores e funcionários possam ficar em casa.

“Esperamos, desta forma, contribuir para evitar a propagação desta pandemia”, afirmou o porta-voz da MLSZ, Jeno Sipos, num vídeo publicado no site oficial do organismo.

A Hungria foi dos poucos países europeus que no último fim de semana ainda teve o principal campeonato a decorrer, com todos os jogos a serem disputados à porta fechada.

Também hoje, antes desta decisão da MLSZ, o primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán, tinha apelado à interrupção dos campeonatos de futebol.

O novo coronavírus responsável pela pandemia de Covid-19 foi detetado em dezembro, na China, e já provocou mais de 6.600 mortos em todo o mundo.

O número de infetados ronda as 174 mil pessoas, com casos registados em pelo menos 161 países e territórios, incluindo Portugal, que tem 331 casos confirmados. Do total de infetados, mais de 77 mil recuperaram.

Até hoje, a Hungria identificou 39 casos de pessoas infetadas, tendo morrido uma delas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.