Os futebolistas da seleção de futebol da Alemanha doaram 2,5 milhões de euros para ajudar a combater a pandemia da Covid-19, informou hoje o diretor desportivo e ex-jogador Olivier Bierhoff.

A iniciativa partiu dos internacionais germânicos, que se coordenaram, sob a liderança do guarda-redes e capitão Manuel Neuer, e os internacionais Mathias Ginter e León Goretzka comunicaram hoje nas respetivas redes sociais o valor angariado.

“Poucas vezes o mundo esteve numa situação como agora. É impressionante como nos apoiamos uns aos outros, como seleção também queremos dar a nossa parte e doamos 2,5 milhões de euros como contributo imediato”, assinalou Ginter.

O coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 infetou mais de 200 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 8.200 morreram. Das pessoas infetadas, mais de 82.500 recuperaram da doença.

O surto começou na China, em dezembro, e espalhou-se por mais de 150 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Depois da China, a Europa tornou-se o epicentro da pandemia, o que levou vários países a adotarem medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 642, mais 194 do que no dia anterior, e deu conta da segunda morte no país em consequência da pandemia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.