A Associação de Clubes Europeus (ECA) vai realizar esta segunda-feira, por videoconferência, uma reunião com o objetivo de avaliar estratégias que possam vir a reduzir as consequências da pandemia de Covid-19 no futebol e na 'saúde' financeira das equipas.

Serão várias as hipóteses em análise e uma delas passa por uma redução geral dos salários dos jogadores por parte dos clubes profissionais de todo o continente europeu, escreve esta segunda-feira o diário desportivo espanhol 'As'.

Vários dos gigantes europeus, como o Real Madrid ou o Barcelona, que até já terá falado desta possibilidade com os seus capitães de equipa, concordam com esta medida, a qual, segundo o 'As', começou por ser sugerida por Beppe Marotta, diretor desportivo do Inter de Milão, que vê a Itália e a Serie A a serem profundamente afetadas pelo novo coronavírus, estimando-se que as perdas financeiras possam vir a ultrapassar os 800 milhões de euros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.