O River Plate tem 15 jogadores infetados com o novo coronavírus, incluindo os seus quatro guarda-redes, anunciou o clube argentino, que hoje defronta o seu ‘arquirrival’ Boca Juniors nos quartos de final da Taça da Liga argentina de futebol.

O departamento médico do River revelou, no sábado, uma lista de 10 jogadores infetados e esta madrugada acrescentou outros cinco nomes, entre os que se contam sete habituais titulares, além de quatro guarda-redes.

Marcelo Gallardo convocou de urgência Leornardo Díaz, de 21 anos, o suplente da segunda equipa, uma vez que Franco Armani, o habitual titular na baliza, e os seus suplentes Enrique Bologna, German Lux e Franco Petroli estão todos com covid-19.

Na sexta-feira, um rastreio de rotina efetuado pela Federação argentina revelou o positivo do treinador de guarda-redes, Alberto Montes, que foi imediatamente colocado em isolamento.

No entanto, horas mais tardes, os guarda-redes começaram a sentir sintomas compatíveis com a covid-19, com toda a equipa a ser novamente testada.

Boca vs River: O superclássico do bairro não se explica, sente-se
Boca vs River: O superclássico do bairro não se explica, sente-se
Ver artigo

O ‘Superclássico’ desta noite entre River e Boca será o terceiro esta temporada entre os dois grandes rivais do futebol argentino.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.