Aleksandr Kokorin e Pavel Mamayev foram condenados em outubro de 2018 depois de terem agredido um oficial do ministério dos negócios do governo russo (com uma cadeira) e um motorista.

Kokorin, que alinhava pelo Zenit, foi condenado a 18 meses de cadeia enquanto que Mamayev, do Krasnodar, foi sujeito a 17 meses de pena.

No entanto, depois de terem vencido o recurso interposto pelos seus advogados, viram a sua pena encurtada e foram libertados esta terça-feira, depois de quatro meses atrás das grades.

Depois da libertação, Kokorin regressa agora ao futebol e ao clube que representava antes do incidente. O Zenit e o jogador assinaram um contrato valido até ao final da época.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.