O Wuhan Zall, equipa da região em que surgiu o surto de covid-19 e da qual faz parte o futebolista português Daniel Carriço, entra em campo em 25 de julho, no arranque da Superliga chinesa, anunciaram hoje os organizadores.

A Associação de Futebol da China informou que a temporada de 2020 vai iniciar-se com um jogo entre o campeão Guangzhou Evergrande e o Shanghai Shenhua, vencedor da taça, em Dalian, no extremo norte do país.

Segue-se a partida entre o Wuhan Zall e o recém-promovido Qingdao Huanghai, na cidade de Suzhou, próxima de Xangai.

A Superliga chinesa sofreu um hiato de quatro meses devido à pandemia de covid-19, que obrigou à adoção de um formato mais curto.

As 16 equipas foram divididas em dois grupos, cujas equipas irão jogar duas vezes entre si em apenas duas cidades: Dalian e Suzhou. As quatro melhores equipas de cada grupo qualificam-se para os ‘play-offs’, que irão determinar o campeão.

O sorteio colocou o Wuhan Zall no grupo sediado em Suzhou, juntamente com o Shanghai SIPG, que é treinado pelo português Vítor Pereira, que se sagrou campeão no ano de estreia, em 2018.

O Shanghai SIPG regressa à ação em 27 de julho, frente ao Tianjin Tianhai.

O defesa internacional português Daniel Carriço, que assinou pelo Wuhan Zall em fevereiro, já regressou à China e está a cumprir duas semanas de quarentena antes de se juntar ao plantel, disse o clube chinês.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.