A justiça grega decidiu hoje processar o ex-presidente da federação de futebol Vassilis Gagatsis, por ter pago ao selecionador Otto Rehhagel com uma verba atribuída pela UEFA destinada à reconstrução de um estádio.

De acordo com uma fonte judicial, a federação, então liderada por Gagatsis, agora diretor-geral da Liga Grega de Futebol, recebeu em 2008 875.000 euros da UEFA, na altura presidida pelo francês Michel Platini, para a reconstrução de um estádio.

O dinheiro deveria ser usado na infraestrutura no Peloponeso danificada por um incêndio que matou mais de 70 pessoas em 2007.

De acordo com uma investigação preliminar, que resultou neste processo, a soma foi desviada para pagamento de um prémio ao alemão Otto Rehhagel, que levou a Grécia a inédito título Europeu, em 2004, em Lisboa, frente a Portugal (1-0).

Rehhagel é chamado de ‘King Otto’ (O Rei Otto), uma vez que depois também conseguiu qualificar os helénicos para o Euro2008 e o Mundial2010.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.