A Federação de Futebol Marroquina (FRFM) retirou hoje o recurso apresentado no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) para que Munir El-Haddadi, avançado do Alavés, possa jogar pela seleção de Marrocos.

Segundo a EFE, fonte do TAS confirmou hoje que a reivindicação da Federação Marroquina de Futebol foi retirada, pelo que "o TAS não tomará nenhuma decisão e o caso será arquivado".

Nascido na cidade de San Lorenzo del Escorial, em Madrid, filho de marroquinos, Munir expressou nos últimos meses o seu desejo de jogar pelos ‘leões do Atlas’, podendo disputar o Campeonato do Mundo, que se realiza na Rússia, no próximo ano.

O jogador que se encontra no FC Barcelona desde os 16 anos, foi cedido esta temporada ao Alavés, sendo que em 16 jogos apontou cinco golos.

Munir fez um único jogo enquanto internacional, mas pela seleção espanhola, a oito de setembro de 2014, aos comandos de Vicente Del Bosque, numa partida a contar para a qualificação para o Euro2016, na qual jogou treze minutos.

Com a possibilidade de jogar por Marrocos, o jogador poderia assim defrontar a seleção lusa, no Campeonato do Mundo de futebol, em 2018, num Grupo B em que estão também Espanha e Irão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.