Antiga lenda do futebol sueco, com passagens por clubes como o Barcelona e o Manchester United, Henrik Larsson concedeu uma entrevista à estação televisiva britânica Sky Sports onde falou de diversos assuntos, entre os quais o facto de ter tido o privilégio de jogar com Lionel Messi e Cristiano Ronaldo numa altura em que os dois eram relativamente jovens e não estavam ainda no topo do futebol mundial.

"Eles é que jogaram comigo", começou por brincar Larsson, precisamente por os dois serem ainda muito novos quando jogaram com o sueco. Larson confessa que não imaginava que nem um, nem outro chegassem ao patamar que acabaram por atingir.

"Quando joguei no Barcelona o Messi tinha 17 ou 18 anos. Era bom, muito bom mesmo, mas não consegui ver o que viria a ser. Se, nessa altura, falasse dos golos que viria a marcar até hoje, todos diriam que era ridículo e que era impossível que ele conseguisse fazer algo do género", referiu Larsson, que vestiu a camisola do Barça entre 2004 e 2005, vindo do Celtic, apontando 19 golos em 59 jogos pelos 'blaugrana' e disputando um total de 20 jogos ao lado do astro argentino.

Sobre Ronaldo, com quem Larsson disputou 11 jogos no United na temporada de 2006/07, o sueco diz que o português era já, na altura, um jogador um pouco mais maduro. "Diria que o Cristiano, quando joguei com ele no Manchester United, estava já mais perto do jogador feito que vimos em Madrid. Ele era muito, muito bom e elevou o jogo até um outro nível", destaca Larsson.

Contudo, Larsson acaba por voltar a reconhecer que nunca pensou que nenhum dos dois chegasse tão longe. "Acreditar que Messi e Cristiano chegariam onde chegaram e fossem até além daquilo que se espera de um jogador de futebol...Não, não o via acontecer na altura", concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.