Depois de uma jornada na Premier League marcada por várias polémicas com decisões do VAR, o Internacional Football Association Board (IFAB), organismo que regula as leis do jogo no futebol, decidiu tomar uma posição pública em relação à atuação do videoárbitro.

Lukas Brud, secretário-geral do IFAB, citado pelo jornal 'L'Équipe', assegurou que novas diretivas serão dadas no final da Assembleia Geral anual do organismo, agendada para o final de fevereiro.

O dirigente acrescentou que, no que confere aos foras de jogo, o VAR só deve intervir em "situações claras e óbvias".

"Se uma situação não é clara à primeira vista, então não deve ser considerada. Olhar para uma câmara de um ângulo é uma coisa, mas olhar para quinze câmaras e mesmo assim ficar com dúvidas…  Então é a decisão original que deve ser mantida. Os árbitros não devem ir ao pormenor", esclareceu.

Em causa, entre outros lances, está o golo de Pedro Neto, do Wolverhampton, ao Manchester City, anulado por um milimétrico fora de jogo a Jonny.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.