Jorge Costa foi anunciado, esta quinta-feira, como novo selecionador da Guiné-Equatorial pelo presidente da federação de futebol daquele país da Africa Central, Gustavo Ndong Edu. A estreia do treinador português no banco dos ‘Nzalang’ devia acontecer no jogo particular com o Gana, em 12 de outubro, na Turquia, ele que chegaria à seleção para o lugar do francês Sébastien Migné, que foi recrutado em novembro de 2019 e demitido em abril de 2020.

Só que, afinal, o destino do antigo treinador do SC Braga e Académica será a Roménia.

O antigo técnico do Mumbai City da Índia optou por voltar a Roménia onde vai treinar o Gaz Metan, atual sexto colocado da principal liga romena. Jorge Costa, terá optado pela Roménia por ser um país que conhece e também para poder estar mais perto da família.

É o regresso a Roménia onde foi campeão pelo Cluj EM 2011/2012. No Gaz Metan o português de 48 anos vai ocupar o posto de Dusan Uhrin, técnico checo despedido pela direção do clube.

O Gaz Metan será o 13.º projeto desportivo de Jorge Costa como treinador. Em Portugal, orientou o SC Braga, Olhanense, Académica, Paços de Ferreira e Arouca. Lá fora foi treinador do Cluj (Roménia), AEL Limasol e Anorthosis do Chipre, Sfaxien da Túnisia, Tour de França, Mumbai City da Índia, além da seleção do Gabão.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.