Lionel Scaloni vai continuar no comando técnico da seleção da Argentina até 2022, apesar de ter falhado a conquista da Copa América, prova em que os argentinos foram eliminados nas meias-finais pelo Brasil.

Depois de alguns dias de indefinição quanto ao futuro do técnico, Scaloni renovou contrato até 2022, ano em que se disputa o Mundial do Qatar.

A notícia sobre o novo vínculo de Scaloni foi anunciada por César Luis Menotti, diretor geral das seleções nacionais da Federação Argentina de Futebol (AFA): EEra o que estava previsto e houve acordo".

Com contrato até dezembro, o treinador de 41 anos recebeu também um voto de confiança por parte Claudio Tapia, presidente da federação argentina.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.