O antigo futebolista argentino Diego Maradona afirmou hoje que o jovem francês Kylian Mbappé é "a revelação do futebol", e considerou que a atribuição da Bola de Ouro a Cristiano Ronaldo e Messi já começa a "ser aborrecida".

“Mbappé é para mim a revelação do futebol”, considerou o argentino, campeão mundial em 1986, em entrevista ao jornal espanhol As, justificando que o francês lhe parece melhor que muitos jogadores.

Uma ideia que levou o antigo futebolista a considerar que Mbappé, emprestado pelo Mónaco ao Paris Saint-Germain, poderá intrometer-se na luta pela Bola de Ouro, entre Lionel Messi e Cristiano Ronaldo, ambos com cinco.

“Dá-la a Cristiano Ronaldo e dá-la a Messi tornou-se aborrecido, é preciso que outros entrem na luta, como Cavani, Mbappé, Ibrahimovic, não sei, tem que haver outros”, justificou a antiga estrela argentina.

Questionado sobre o melhor jogador da história, Maradona coloca nesse patamar Alfredo Di Stéfano, Cruyff, Messi e Cristiano Ronaldo, reconhecendo muita qualidade na "definição" das jogadas ao internacional português, pois está sempre presente "quando a equipa necessita."

Diego Maradona destacou-se enquanto futebolista, tendo conquistado o Mundial de 1986 pela seleção argentina, dois campeonatos italianos (1987 e 1990) e uma Taça UEFA (1989) ao serviço do Nápoles, a Bola de Ouro do centenário da FIFA, em 2004, entre outros.

Enquanto treinador, o argentino de 57 anos teve o ponto alto da carreira quando orientou a seleção do seu país durante dois anos, tendo alcançado os quartos de final do Mundial2010, na África do Sul, competição em que foi derrotado pela Alemanha (4-0).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.