Estaremos a assistir a um arranque de crise dos campeões nas ligas europeias? O Benfica é o caso mais reconhecido mas por essa Europa fora, são vários os campeões que não seguem no primeiro lugar dos respetivos campeonatos.

Em Portugal, passadas oito jornadas do campeonato, o campeão do ano passado, Benfica, está em terceiro lugar, a três pontos do Sporting e a cinco pontos do FC Porto, o líder do campeonato atual. As ‘águias’ estão em crise de resultados, contando com cinco vitórias, dois empates e uma derrota.

Em Espanha, o mesmo ocorre. Terminadas as sete jornadas do campeonato, o campeão em título Real Madrid encontra-se na quinta posição, a um ponto de Atlético de Madrid e Valência, a dois do Sevilha e a sete pontos do líder Barcelona. O clube madrileno não tem feito uma boa temporada, contando com quatro vitórias, dois empates e uma derrota.

Na Premier League, também assistimos a uma mudança de cadeiras, em relação à equipa que se tornou campeã na época passada. Passadas sete jornadas do campeonato, o Chelsea segue na quarta posição, a um ponto do Tottenham e a seis pontos de Manchester United e Manchester City, que lideram o campeonato inglês. A equipa liderada por Antonio Conte tem quatro vitórias, um empate e duas derrotas.

Passamos para França onde o Mónaco, de Leonardo Jardim, que conseguiu tornar-se campeão no ano passado, segue no segundo lugar da Ligue 1. A equipa do Principado está a três pontos do líder, o Paris Saint-Germain e, em oito jornadas disputadas, conta com seis vitórias, um empate e uma derrota.

Na Alemanha, assistimos ao mesmo fenómeno. O campeão Bayern Munique está na segunda posição, com os mesmos pontos que o Hoffenheim e está a cinco pontos do líder Borussia Dortmund. Em sete jogos disputados, a equipa bávara conta quatro vitórias, dois empates e uma derrota.

Viramos os olhos para a Serie A, onde a hexacampeã Juventus se encontra na segunda posição do campeonato, com os mesmos pontos que o Inter de Milão e a dois pontos do líder Nápoles. Depois de sete jornadas disputadas, a ‘Vecchia Signora’ conta com seis vitórias e um empate.

Na Holanda, o campeão Feyenoord também não está em primeiro lugar. A equipa treinada por Giovanni Van Bronckhorst está no segundo lugar, a três pontos do líder PSV. Com sete jornadas já disputadas, a equipa holandesa conta com cinco vitórias e duas derrotas.

Na Rússia, a tarefa também não está fácil para o campeão Spartak Moscovo. A equipa russa está na sexta posição, a três pontos do CSKA Moscovo e do Krasnodar, a nove pontos do Lokomotiv de Moscovo e a 11 pontos do líder Zenit. Com doze jornadas já disputadas, a equipa do Spartak conta com quatro vitórias, cinco empates e três derrotas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.