O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, revelou hoje que vai jogar futebol com a antiga ‘estrela’ do futebol Diego Maradona, que viajou para Caracas na segunda-feira.

“Vou jogar sob a direção de Diego Armando Maradona, atrás, na defesa. Sou bom a defender e posso marcar penáltis”, disse o presidente da Venezuela, numa cerimónia com a presença de ‘El Pibe’, e sem adiantar mais detalhes do jogo.

Antes, Maradona assinou um contrato com uma estação de televisão da Venezuela, na qual apresentará uma emissão durante o Mundial2018 da Rússia, com o nome ‘A mão do 10’, em alusão ao golo com a mão que marcou à Inglaterra no Mundial de 1986.

Num momento em que a Venezuela atravessa uma grave crise política e tem estado cada vez mais isolada no cenário internacional, Maradona fez questão, de uma vez mais, mostrar o seu lado rebelde, referindo que se oferece como um “soldado” da revolução bolivariana.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.