O treinador português está precisamente há três anos ao comando da seleção sul-coreana, país onde poderá começar a bater recordes, de acordo com uma publicação do jornal Record desta segunda-feira.

Paulo Bento, 52 anos, é já o técnico com mais anos consecutivos ao comando da seleção asiática, totalizando 31 partidas, surgindo neste ranking atrás de Guus Hiddink (36), Uli Stielike (38) e Huh Jung-Moo (56).

Como selecionador sul-coreano, Paulo Bento soma 19 triunfos, sete empates e quatro derrotas, com 54 golos marcados (3.º melhor registo de sempre) e 21 sofridos (recorde entre os selecionadores do país com 30 ou mais jogos).

No que toca ao sucesso, Paulo Bento é o segundo selecionador da Coreia do Sul com maior taxa de triunfos (61,29%), apenas superado por Stielike (68,42%). Contudo, esse objetivo ainda está ao alcance do ex-selecionador português, que tem contrato até ao Mundial2022, no Qatar.

A Coreia do Sul avançou para a terceira e última fase de qualificação para o campeonato do mundo de futebol e vai ter de defrontar o Irão, Emirados Árabes Unidos, Iraque, Síria e Líbano. Esta fase terá início a 2 de setembro e termina a 29 de março. Os dois primeiros classificados de cada grupo qualificam-se diretamente para a fase final da prova, enquanto o terceiro classificado vai disputar um play-off.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.