A introdução da tecnologia do vídeo-árbitro ainda não convence Michel Platini. O ex-presidente da UEFA criticou o uso da tecnologia no Mundial 2018 que decorreu na Rússia em junho e julho, sublinhando que não traz justiça.

"O VAR não traz justiça. O primeiro golo da França na final [do Mundial 2018] surgiu de um livre, e para mim não há intenção de falta do croata. No segundo golo da França é o VAR que chama a atenção do árbitro, que se torna numa espécie de marioneta", disse o francês.

Com todas estas críticas, Michel Platini questinoa: "Onde está o progresso? Onde está a justiça?"

Apesar de a FIFA ter elogiado o uso da tecnologia na Rússia, onde destacou os 93 por cento de acertos nas decisoes do VAR, Platini lembrou que o organismo que rege o futebol mundial só mostra a estatística que lhes convém.

"Eu conheço a FIFA e o trabalho deles é encontrar estatísticas que vão na direção deles", atirou.

No seu primeiro ano, o VAR foi utilizado nos campeonatos de Portugal, Itália, Holanda e Alemanha. Esta época será também utilizada na Liga Espalhola mas a Premier League continua sem intenções de usar o vídeo-árbitro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.