O presidente da Confederação Africana de Futebol (CAF), Ahmad Ahmad, foi hoje libertado sem acusação formalizada ou pedido de caução, depois de ter sido interrogado pelas autoridades francesas, anunciou hoje o promotor de Marselha.

Segundo Xavier Tarabeux, Ahmad Ahmad, detido na quinta-feira para interrogatório, foi ouvido no âmbito de uma investigação judicial aberta em Marselha em 28 a crimes de associação criminosa, corrupção, abuso de confiança e falsos testemunhos.

Segundo a revista Jeune Afrique, Ahmad foi interrogado sobre “a quebra unilateral por parte da CAF do contrato com o fabricante alemão de equipamentos Puma”.

Ahmad Ahmad está em Paris, onde na quarta-feira decorreu o 69.º congresso da FIFA, durante o qual Gianni Infantino foi reeleito presidente do organismo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.