A justiça do Peru colocou hoje em prisão preventiva o presidente da Federação Peruana de Futebol (FPF), Edwin Oviedo, suspeito de estar "ligado a uma rede de corrupção" descoberta em julho, anunciou o Ministério Público.

"A detenção de Oviedo [por um período de 15 dias] foi autorizada e foram agendadas buscas domiciliárias", informou o responsável pela luta contra o crime organizado no Peru, Jorge Chávez.

A liderança de Oviedo na federação peruana coincidiu com o ressurgimento da seleção de futebol, que, sob o comando do treinador argentino Ricardo Gareca, conseguiu o apuramento para a fase final do Campeonato do Mundo de 2018, pela primeira vez em 36 anos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.